BLOG LOCAL: ALAGOINHAS, BAHIA BRASIL.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

VFO e VXO MIX RTX

Pessoal a ideia desta publicação este mês, e levar ao conhecimento de que podemos fazer pequenas mudanças ou adicionar circuitos e ter um resultado final satisfatório em nossos projetos TRX RX ou Transverter, os circuitos de VFO e VXO juntos resultando em uma só frequência com uma ótima estabilidade para nossos projetos QRP entre outros.
Esta  ideia que já existe antes das décadas de 60 e 70, e publicadas em revistas italianas em circuitos VFO, TX, e TRX. São mais usados os osciladores Colpitts em VFO, VXO e VCO, com conjunto LC indutor e capacitor, ou cristal, eu tenho em rascunho mês 09-2016 não publiquei, mas a  ideia que eu tive para associar dois osciladores em um misturador formando um só circuito para termos um em TX e o outro em RX, com comutação a relé ou diodos fazendo a diferença da FI em um dos dois circuitos, um seria com ressonador 455 Khz ou cristal VXO, o outro seria com (LC) indutor e capacitor VFO, para FI de 455 Khz ou 10.7 Mhz, depois publicarei essa minha ideia. Os circuitos de VFO e VXO postados este mês são semelhante a minha ideia. Simples explicação sobre VFO ou VXO: Sem aprofundar, podemos variar pouco ou muito de freqüência em um oscilador LC ou controlado a cristal, tudo dependera da multiplicação onde vai sair o sinal harmônico ou fundamental, Ex: Um oscilador em 7.2 Mhz com indutor,  variável, ou varicap variando 300 Hz depende da capacitância do varicap cristal em pF, no segundo harmônico será variado aproximadamente 600 Hz, no terceiro harmônico teremos aproximadamente 900 Hz, é possível variar mais multiplicando os circuitos e sintonizando conforme o número de vezes dos harmônicos criado pelo conjunto LC ou cristal fundamental. Para termos uma melhor estabilidade VXO coloca-se dois ou até cinco cristais paralelos ligados a um indutor e um trimmer ou um varicap para que possa variar com uma melhor estabilidade de não deslocamento da freqüência selecionada em TX ou RX, empregamos esse tipo de circuito em altas ou baixas freqüências. O oscilador Colpitts controlado conjunto LC indutor e capacitor VFO, têm uma variação na fundamental entre 150 a 400 Khz, muito mais que o VXO, o VFO terá uma boa estabilidade em seu oscilador se levarmos em conta alguns itens, 1-Tensão filtrada e bem estabilizada, 2- Desacoplamento Vcc capacitores, 3- J-FET, MOSFET, transistor bipolar boa qualidade. 4- Conjunto LC menos reatância no Indutor nenas espiras e mais capacitância valor alto capacitor, 5-Oscilador com capacitores Mica prateada, Styroflex, no Buffer Styroflex, amplificador RF e LPF, capacitores cerâmica NP(0) Zero, geralmente capacitores de cerâmica NP0 tem uma coroa cor preta, 6- Temperatura no circuito oscilador indutor e capacitores, 7-Ligações curtas, fixação capacitor variável, cabo coaxial, cabo blindado, blindagem ou caixa, bom aterramento do circuito. Podemos dizer com estes itens e um FLL (Frequence Locked Loop) com PIC e display ou um PLL no VXO, certamente terá uma ótima estabilidade, e ficara com cara de industrial. Sabendo que o conjunto oscilador LC tanque VFO é o maior responsável, em alguns casos podemos montar o indutor L1 em fôrma TOKO 10 mm sem ajuste, sem núcleo interno, núcleo de ar, melhor é que ela seja blindada, podemos usar núcleos toroidal o indicado é Amidon T50-6 ou testaremos os núcleos AL>1000 de alta permeabilidade usadas em lâmpadas (eletrônicas) ou (econômicas) e reatores para fluorescente, podemos usar ferrites de bobinas FI grande tamanho 6,5 mm diâmetro por 10 mm comprimento ele tem furo central sextavado ou  núcleos a ar, os núcleos toroidais são melhores, pois requer poucas espiras e fio comum ou AWG de qualquer diâmetros, em alguns casos melhor blindar todos núcleos depois de pronto e aprovado o indutor. Lembre-se que esta bobina L1 é o que faz o circuito oscilador variar muito ou pouco, ter ou não ter boa estabilidade, o valor da indutância em uH, mH, nem sempre tem muita influência, devemos ajustar o indutor para que tenha boa variação e estabilidade, com valor indutância baixa a variação de freqüência e pouca, e com o valor alto perde a estabilidade no circuito. Os capacitores ligados do indutor, melhor que sejam mica prateada ou na falta, os styroflex podem ligado a (B) base do transistor bipolar ou (G) gate JFET, todos capacitores no oscilador devem ser de mica prateada ou styroflex, no Buffer styroflex, no amplificador RF e LPF os NP(0) zero, NP0, ligados linha Vcc desacoplamento eletrolítico, poliéster ou cerâmico o mais próximo dos terminais dos indutores e reguladores, se optar por capacitores variáveis podem ser de 150+150pF de rádio AM ou FM de 25+25pF plástico ou se quiser modificar um grande de rádios antigos para menor capacitância retirando algumas placas, os trimmers podem ser entre 3-30pF ou outros maior valor em pF, os diodos varicap podem ser para HF ou VHF testar sua capacitância, devemos levar em conta que uma ótima estabilidade de um VFO também temos os responsáveis conjunto oscilador dobrador ou triplicador, Buffer o amplificador de RF e sua saída, que fica melhor com filtro (PI) passa baixa, LPF atenuando ás freqüências indesejáveis harmônicos na saída, este filtro pode ter um ou dois indutores, se bem que o oscilador Colpitts são mínimas ressonâncias em espúrios. Bem pessoal pesquisando muito sobre VFO, tem outras ideias que os nossos amigos montadores sugere e é bom ler e pesquisar, tudo é bem vindo, melhor fazer testes antes. A respeito do nosso assunto deste mês não encontrei nenhum esquema na WEB de dois osciladores VFO e VXO em um só resultado de soma ou diferença de freqüência, não sei o porque, só em revistas italianas, e na Eletronica Popular 119-03 maio junho 2001 artigo VFO gafanhoto parte 1 para o antigo TX "Pequeno Polegar" do Nelson Chimentão PY 4BJC. Encontrei vários esquemas do PY 2OHH Miguel de São Paulo Brasil, ele tem bastante experiência e montagens em osciladores VFO, VXO, FLL, PLL e demais circuitos de RF. Ditado popular "Da a Cezar o que é de Cezar", eu não tenho experiência profunda com VFO, muito menos com VXO, apenas em algumas montagens de RX, TX e RTX, onde usa o oscilador local LC ou a cristal, é mínima minha esperiência com VFO, VXO, e VCO. Sr Miguel tem muita experiência e é fera mesmo nestes tipos de circuitos de RF, por isso vou postar abaixo vários links do Miguel e outros colegas para que vocês possam ler, entender e salvar copiando todo conteúdo e colando no WORD, sobre VFO com sintonia a varicap, (Diodo Capacitância Variável) com capacitor variável, e controlado por tensão VCO, e VXO, vejam nesta página o autor relata sobre VFO e VXO para ter uma estabilidade melhor leiam na Osciladores em:http://homepage.eircom.net/~ei9gq/tx_circ.html  Um projeto usando um led como varicap para sintonia fina está nesta página em: http://www.tuckley.org/vfo/  nesta em PDF o esquema e manual de construção do VFO http://www.tuckley.org/vfo/intermediate-vfo10.pdf Nesta página do Miguel PY 2OHH tem como vocês montar um bom e estável VFO: http://py2ohh.w2c.com.br/trx/vfocolpitts3/vfocolpitts3.htm ainda tem planilha para cálculos: http://py2ohh.w2c.com.br/trx/vfocolpitts/colpitts1.htm dos circuitos sintonizados, e filtro de saída LPF, VFO Ararinha em:http://py2ohh.w2c.com.br/trx/ararinha2012/ararinha2012vfo/ararinha2012vfo.htm VFO 40 e 80 metros em:http://py2ohh.w2c.com.br/trx/vfo40-80/vfo40-80.htm Montando o FLL tudo sobre em:http://py2ohh.w2c.com.br/trx/ararinha2012/fll2012/fll2012.htm Nesta sobre FLL, IK3OIL PDF em inglês em:http://www.ik3oil.it/_private/article%20FLL%20VFO.PDF visitem a página: http://py2ohh.w2c.com.br/trx.htm do PY 2OHH Miguel lá vocês vão encontrar vários projetos HF VHF com fotos dos protótipos entre VFO, VXO, VCO, PLL, PA, Buffer, LPF, entre muitos projetos todos aprovados pelo Miguel. Vejam também a página hanradio em:http://www.hamradio.in/circuits/vfo.php Na página do amigo Aloysio montou VFO do Ararinha em:sites.google.com/site/aloysioeletronic/home/z0-vfo---ararinha-4b Em PDF salve a página amigo Ronaldo PY2FNE em:http://www.py2nfe.com.br/Arquivos-pdf/VFO.pdf Na página do amigo Luiz PY2HA com VFO  80 metros no oscilador e saída em 40 metros Antena Eletronica Popular volume 108 N2 pág. 106, 107. (Ref.1145-1994) Autor: Amer J. Feres PY2 DJW em:http://www.qsl.net/py2ha/vfo/vfo_40_80.htm  Aqui na página Feirinha digital em:http://www.feirinhadigital.com.br/py2djw/mat8/py2djw-mat8.htm No blog publiquei um semelhanças idênticas do Sr. Juvenal Silva Neto publicado E.P 415 de 1980 em:http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2013/01/ofv-multidanda.html
Publiquei a matéria do VFO a conversão Gafanhoto para 7 Mhz projeto do Nelson Chimentão PY4BJC vejam em:https://esquemasprojetoseletronicos.blogspot.com.br/2017/08/vfo-conversao-gafanhoto-7mhz-rtx.html circuito bem elaborado mais parecido com os abaixo postado.
Vamos aos 10 esquemas para ter detalhes dos indutores dos esquemas desenhados por mim, melhor baixar ás revistas ler sobre o artigo, e baixar ás planilhas e páginas sobre VFO do PY 2OHH Miguel.
Este esquema está na página 287 da revista italiana CQ Elettronica de 1978-02, baixe a revista aqui em:
São 3 esquemas abaixo desenhado e modificado parcialmente.
Frequência 38.2 Mhz saída do VXO.
Pequena modificação regulador tensão, e alimentação varicap.
Modificação conjunto LC trimmer, reguladores tensão, e filtro LPF VFO.
Abaixo observem que o VFO está com dois diodos varicap, para maior variação indutor bifilar na saída para o filtro LPF, este indutor pode ser enrolando de 4 a 6 espiras bifilar de fio 25 AWG ou comum, em toroide AL>1000 de lampada (econômica ou eletrônica), escrito texto acima. 
Abaixo esquema já modificado VFO e VXO, com varicap, mas permanece L3, L4 do original.
Este abaixo está publicado na revista CQ Elettronica pág. 1348 de 1974-09 pode ser baixada aqui:
Estes osciladores VFO e VXO está na frequência entre 72 e 73 Mhz, o restante do circuito dobra esta frequência pois faz parte de um TX para 144 a 146 Mhz comutado por um relé A-B ligando um capacitor de 6p8, em paralelo L1, isso na versão original da revista, eu modifiquei colocando diodos varicap, e adicionando dois cristais como Hiper VXO, e se quiser usar como transmissor de FM, é só desligar o resistor 100k do catodo do varicap do VFO e ligar ao circuito pré de microfone.
Modificação varicap e regulador tensão.
Este esquema abaixo está na revista CQ Elettronica pág. 615 1976-04 baixe aqui:
esta revista é muito boa com vários circuitos interessantes. A modificação foi os diodos varicap e regulador tensão. A frequência do VFO é entre 467 Khz, e o VXO entre 26.510 Mhz e resulta entre 27 Mhz CB. este parece a minha ideia que relatei acima no texto. observe que o VFO é quem recebe o sinal do simples VXO entrando no (G) gate do JFET através do capacitor de 10pF, L2 esta sintonizada e ressonando entre 27 Mhz.
Modificação nos varicap, e regulador de tensão.
Este esquema abaixo é com VFO de 3,5 Mhz dobrando L2 para saída de 7 Mhz publicado aqui no blog autor do Sr Juvenal Silva Neto, Publicado Eletrônica Popular 415 Abril de 1980 em: http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2013/01/ofv-multidanda.html  Também  esta na página do Luiz PY2HA um idêntico autor PY2 DJW Amer J. Feres em:http://www.qsl.net/py2ha/vfo/vfo_40_80.htm
O circuito VFO está idêntico aos do PY 2OHH Miguel, e está na frequência original de 7 Mhz saída, o VXO com 3 cristais um Hiper VXO em 20 Mhz, L5 sintoniza e ressona em 27 Mhz.
Circuitos do VFO dobrador 80 metros para 40 metros idênticos do mesmo autor.
Circuito VFO dobrador de 80 metros para 40 metros L2 aqui está com secundário.
Desenho modificado porem dobrando a frequência inspirado nos circuitos VFO acima.
Foto abaixo indutor L1 osciladora VFO para ressonar entre 3.5 Mhz.
Abaixo foto indutor L2 VFO dobra e ressona entre 7 Mhz.
Abaixo um circuito na frequência de 20 Mhz poderá ser usado em nossos transverter para 40 metros L3 sintoniza e ressona em 20 Mhz, a diferença de 25 Mhz do VXO e 5 Mhz do VFO, resulta 20 Mhz na sua saída.
 
No esquema abaixo L3 está ressonando e sintonizada em 20 Mhz, a soma do VFO, 5.6 Mhz e VXO 14.318 Mhz resulta entre 20 Mhz também ideal para nossos transverter para 40 metros. 
Este esquema abaixo é meio complexo, com frequência elevada 144 Mhz VHF, foi publicada na revista italiana CQ Elettronica de 1970-09 página 922, baixe aqui em: 
http://www.introni.it/pdf/CQ%20elettronica%201970_09.pdf Trata-se do VFO e VXO circuito para um TX em 144 Mhz, fiz algumas pequenas modificações principalmente em Q1 colocando um JFET J310 no lugar do 3N128, pode ser o MPF 102, ou até o BF 245 só no oscilador, pois o VFO está entre 28 Mhz, o VXO está entre 38 Mhz, a coisa complica entre o JFET J310 que recebe o sinal do VXO o conjunto C3, C4 L2, L3 ressona e sintoniza 144 Mhz, o último transistor pode ser 2SC 1906 ou MPSH10, L4, C5 está na saída de 144 Mhz ressonando nesta frequência.
Esquema original revista.
Pequenas modificações nos osciladores reguladores tensão e JFET. 
Pessoal Os transistores podem ser substituídos em baixa frequência até 27 Mhz por 2SC 1815, BC 547, 2SC 945, BF 494, 2N 3904, entre outros, para frequências VHF os 2SC 3510, 2SC 1906, BF 240, BF 200 BF 180, BF 199, MPSH10,  todos os diodos tem sua capacitância, ao ser ligado inverso ou direto no circuito tanque LC, os diodos retificadores da família 1N40XX como os diodos zener e até Led podem ser experimentados no lugar do varicap, porem com menor variação, mas para termos uma variação maior teremos que colocar dois diodos varicap ligados catodo com catodo, através de um resistor de 47k ou 100k ligado a o terminal central do potenciômetro, a tensão regulada entra terminal na extremidade e a outra extremidade ligado a um resistor ao negativo com valor entre 560R a 2k2, ou direto a negativo, os anodos um vai a negativo e outro anodo é saída para um outro capacitor mica ou styroflex ligado a base (B) ou gate (G) do semicondutor oscilador, possivelmente variamos mais com tensões nos catodos entre 1Vcc, a 9Vcc, entre 2pF a 28pF, mas isso depende dos varicap usados. Todo texto desta publicação foi um pouco de minha experiência lendo e montando alguns circuitos ao longo dos anos e o que pesquisei este mês, principalmente na página do PY2 OHH Miguel, Bem eu espero que gostem e mande comentários se há erros e sobre este tipo de circuito que acho nem todos que mexe com RF TX, RTX, pensavam em fazer na falta de cristais de determinada frequência, espero comentários. Muito obrigado.
Waldir Cardoso.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Transverter 145 Mhz 27Mhz, 28Mhz AM SSB 5W a 12W RF LZ2ZK.

Este mês publico mais um transverter na faixa de 2 metros de 144 a 148 Mhz, dependendo do cristal usado no oscilador local (VXO). Desta vez trata-se do projeto Búlgaro do LZ2ZK na página: Bulgarian Amateur Radio Station em: http://lz2zk.bfra.bg/homebrew/trsv/trsv2/index.html salve o link, e a página em Word no Google Chrome traduzido para ler, é muito importante, em letras vermelhas baixe e salve tudo que precisa como: Confecções dos indutores, PCI, e tudo que disponibilizou e publicou em suas páginas sobre esse fascinante transverter, baixe o esquema original em PDF em: http://lz2zk.bfra.bg/files/2m_sch.pdf  PCI em PDF em: http://lz2zk.bfra.bg/files/comp.pdf . Fiquei entusiasmado com os detalhes e como o projeto simples foi bem elaborado com divisor capacitivo LC Filtro banda passante bobinas e tendo um sinal limpo em sua saída de TX. Breve comentário do circuito original: Na comutação de TX RX temos dois relés acionados pelo PTT na base de Q7 onde REL 2 K2 comuta a saída de antena do transceptor de 10 metros, em REL 3 K3 comuta a saída e entrada de antena de 2 metros, os transistores são de fabricação Búlgaro ou Russo, desenhei mais sete esquemas com nossos conhecidos transistores, o projeto é bastante simples, claro que como todo circuito na faixa de VHF 2 metros requer um pouco de experiência em TRX montagens e confecções de indutores, assim também vocês terão de ter instrumentos e uma bancada.
Este é o esquema original convertido pdf em JPEG.

Esquema 1- Original LZ2ZK, desenhado na integra.
Esquema 2- Atualizado parcialmente para 27 Mhz ou CB, com transistores que poderão ser substituídos por outros de menor potencia ou maior potencia, falta de transistores acrescentarmos em paralelo dois ou três para termos maior potencia, no PA temos um 2N 6081, que pode fornecer até 12W RF, no excitador um 2N 6080, e um 2N 3866 no buffer, colocamos um BF 981 no pré amplificador este Mosfet de porta dupla tem aproximadamente 250 mW RF, observe que eliminamos dois Relés, restando só um na comutação da antena do transceptor, o Mixer IE 500 comercial, veremos nos próximos esquemas algumas modificações inclusive no Mixer.
Esquema 3- Com a mesma potencia de RF e melhor elaborado, mantemos o coração do circuito do Sr. LZ2ZK, observe que eliminei a ligação para o PTT, coloquei uma chave a transistor BC 338 ou substituto acionado por RF do transceptor, o ATT atenuador de carga TX CB, agora com 50 ohms, dois resistores de 100 ohms em paralelo, podemos adicionar outros ATT, observe que o Mixer agora é de fabricação caseira, devemos respeitar os 4 diodos e os 2 toroides empregados, lembre-se que estamos trabalhando com freqüência alta acima de 140 Mhz, devemos colocar  núcleos FB 801-43 ou outros mas que tenha boa permeabilidade para esta freqüência, os diodos podemos fazer testes com o 1N 60, ou outros de germânio, os que desempenhar melhor nesta freqüência, enquanto ás espiras podemos fazer testes começamos com 3 espiras de fios 28 a 32 AWG, trifilar, se quiser poderão  comprar um SBL IE 500 Mixer pronto mas não é barato. Farei uma matéria sobre este assunto nas próximas publicações.  
Esquema 4- É o mesmo do esquema 3, temos um 2N 3553 no PA que chega a 5W RF, observe que o circuito é praticamente igual, tendo só os transistores de menor potencia para fornecer os 5W RF.
Esquema 5- Com mesma potencia de RF 12W, mas temos dois transistores MRF 237 em paralelo no excitador, observe que o Mixer foi modificado a entrada de RF CB, e oscilador 117 Mhz, e saída de 144 Mhz, podemos fazer esta ligação deste jeito.
Esquema 6- Este esquema modifiquei o PA agora com o Mosfet RD15HVF1 que poderá fornecer 10W RF, o Mixer com Mosfet de porta dupla BF 981, observem que L9 está ligada +Vcc a “D” do Mosfet Mixer saindo no divisor capacitivo por um capacitor de 2pF ou 2p2 para L10, que entra em “G1” do pré RF BF 981 Mosfet porta dupla, temos em “G1” um sinal de 144 ou 147 Mhz já limpo, este sinal vai a L11 complementando a filtragem do sinal que alimenta a base do 2N 2369, 2N 4427, ou 2N 3866 temos na saída de antena um sinal em 2 metros com pouquíssimo harmônicos podendo o montador reduzir o filtro LPF por um de 3 elementos, deverá sair mais alguns milliwatt RF, comece a ajustar P1 Mosfet PA com P1 no centro, ajuste P2 entrada de RF 28 ou 27 Mhz CB para ficar com boa modulação SSB, e AM com sinal de RF limpo. Os componentes com (*) devem ser ajustados se precisarem, os pontilhados poderão ser adicionados. Em RX se quiserem estreitar mais a faixa e melhorar a recepção poderá colocar mais um indutor igual a L1 LC, sinal passando para L1 com capacitor de 10pF melhorando o filtro BPF. O oscilador local (VXO) agora selecione os cristais de 39 Mhz ou 40 Mhz, acho difícil achar cristais nesta freqüência fundamental, podemos colocar em segundo harmônico de 19,5 e 20 Mhz, ou outras frequências próximas, desta maneira cobrimos toda faixa de 2 metros aqui no Brasil de 144 a 148 Mhz, se seu cobra for (chucrutado, chicrutado ou esticado) modificação nos canais PLL, de 26 a 28 Mhz. 
Esquema 7-Eu não poderia deixar de desenhar este circuito para colocarmos dentro do famoso Cobra 148 gtl, a potencia de RF é aproximadamente 10W, mas podemos montar o PA com uma maior potencia, se colocarmos o 2N 6081, ou não recomendado o 2N 6082, mas este deverá ter mais excitação, pois ele é de aproximadamente 25W RF, claro que não vai chegar a esta potencia neste circuito, mas com uma boa excitação podemos ter em torno de 20W RF PA, melhor fazer testes com este transistor, ou se preferir podemos colocar PA dois Mosfets em paralelo, teremos mais alguns Watts de RF ou 3 2SC 1971 PA em paralelo. Observem na modificação do circuito de Mosfet e transistor. Neste circuito temos um relé duplo contatos RL1 para comutação do transceptor CB e o circuito transverter na saída e entrada do conector ANT. SO239, e alimentação +Vcc 13,8V SSB e 5,6V modulados AM do centro da chave S 403-2 MODE, que vai para C 191, a ligação do meio da chave deve ser ligado a chave ou relé, e depois a C 191, esta alimentação faz a comutação da chave a transistor BD 140, BD 138, ou TIP 32, de TX e RX é feita com um simples BC 338, ou BC 547, através da ligação da chave CH1 ou relé RL1 nos dois esquemas, mas se preferir poderá ser ligado o PTT no coletor do BC 338, na ligação dos resistores 6k8 de +Vcc e 1k da base do BD 140, se preferir por este circuito PTT não monte a chave completa siga esquema 1 original do transverter, isso serve para os dois esquemas 7 e 8. Ás ligações do transverter no cobra 148 gtl está na página do mês passado em: http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2017/05/transverter-2-metros-10-e-11-metros.html aqui colocarei o mesmo esquema das ligações atualizado.
Esquema 8- O esquema é idêntico ao anterior, porem acrescentei em paralelo o Mosfet RD15HVF1, que poderá nos fornecer mais dois ou três Watts RF, os resistores de "S" ligados a negativo podem variar de 2R2x2 ou 0.56Rx2, ajuste P1 até obter maior potencia de RF, ajuste P2 que poderá ser substituído por um resistor fixo depois de tudo pronto. O resto do circuito é idêntico ao esquema 7
Foto protótipo transverter 145 Mhz 28 Mhz LZ2ZK. na foto observem que só tem dois relés, o autor deve ter eliminado o REL1 K1 ligado em +Vcc 13,8V, ou esta na entrada +Vcc dos dois transverter na foto abaixo.
Foto em zoom observem na parte de cima os indutores de TX filtro LPF ANT.
Mais zoom dos indutores Driver, PA, e filtro ANT. LPF.
Foto PCI lado componentes original Transverter LZ2ZK.
Foto dos protótipos 2 metros e 6 metros transverter LZ2ZK.
Pessoal abaixo estão esquema de ligação dentro do cobra 148 gtl, e ás características das bobinas que baixei na página original. Como costumo a escrever minha ideia, eu gosto de transverter e acho melhor dentro do rádio, tem suas boas vantagens, não fica exposto, economiza fonte ou fio de ligações, conector e caixa, faz parte do rádio, economiza os transistores excitador e PA, agora tanto interno ou externo temos que ter tabela de frequências.
Ligações no Cobra 148 gtl em todos transverter interno.
Confecções das bobinas original da página LZ2ZK.

COILS
L1; L2; L3
N = 5 tur. CuAg 0.5мм; D=5mm; L=6mm; brass core (form from"LEN")
L4
N = 11 tur. ПЕЛ 0.35мм; D=5mm (Form and ferite core from "LEN") Y9-L2
L5
N = 11 tur. ПЕЛ 0.35мм; (form and core from "LEN")
L6
N =   9 tur. ПЕЛ 0.5мм;  (form and core from "LEN")
L7 ; L8
N =   7 tur. ПЕЛ 0.5мм;  D=5mm; L=6 mm; brass core (form from "LEN")
L9; L10; L11
N = 5 tur. CuAg 0.5мм; D=5mm; L=6mm; brass core (form from "LEN")
L12
20uH
L13
N =   5 tur. CuAg 0.8мм;  D= 5mm; L = 8mm
L14
N =   2 tur. CuAg 1.0мм;  D= 6mm; L = 4mm
L15
N =   10 tur. ПЕЛKE 0.8мм;  K 7x4x2 u= 600
L16
N =   5 tur. CuAg 1.0мм;  D= 6mm; L = 10mm
L17
N =   10 tur. ПЕЛ 0.8мм;  D= 3mm; L = 8mm
L18
N =   2 tur. CuAg 1.0мм;  D= 6mm; L = 6mm
L19
N =   1 tur. CuAg 1.0мм;  D= 6mm; L = 4mm
L20
N =   10 tur. ПЕЛKE 0.8мм;  K 7x4x2 u= 600
L21
N =   5 tur. CuAg 1.0мм;  D= 6mm; L = 10mm
L22
N =   10 tur. ПЕЛ 0.8мм;  D= 5mm; L = 8mm
L23
N =   2,5 tur. CuAg 1,2mm D= 7mm L = 4mm
L24; L26
N =   3,5 tur. CuAg 1.0мм;  D= 7mm; L = 8mm
58nH
L25
N =   4,5 tur. CuAg 1.0мм;  D= 7mm; L = 7mm
93nH            












































sexta-feira, 2 de junho de 2017

Compras do ebay

Pessoal tenho que ser justo. Nosso blog é também para informar o que é bom ou ruim na nossa área de eletrônica, e compras de componentes é o que precisamos para nossos projetos. Publiquei no dia 18-04-2017 em http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2017/04/cuidado-nao-compre-no-ebayvoce-pode-ser.html, quero informar a vocês o desfecho deste caso, eu encerrei a reclamação no ebay e conseguir abrir uma disputa no PayPal depois de alguns dias o PayPal mandou um e-mail avisando que eu tinha recebido o reembolso do item, cadastrei minha conta e recebi diretamente na conta bancária. Vamos ás compras realizadas: Felizmente dei sorte com um vendedor rápido jk_parts em uma das três (3) compras feita no mesmo dia no ebay, foram  feitas dia 13 de Março de 2017, uma chegou dia 15 Maio 2017, 63 dias o prazo era de receber até dia 05 Maio 2017 chegou 10 dias depois, recebi mais rápido que alguns colegas de São Paulo, foram ao todo 5 itens em 3 vendedores no mesmo dia, até hoje só tinha recebido esta com os dois itens do mesmo vendedor jk_parts. Abrir duas solicitações dia 01-06-2017 para os dois vendedores:  worldchips e ywj4566  o último sem dar resposta estornou dia 02-06-2017 o valor pago do item a ser devolvido pela mesma forma de pagamento, o vendedor wordchips mandou um mensagem confirmando meu endereço e telefone e informou ser a empresa de entrega do Brasil, respondi que iria aguardar. Hoje 06-06-2017 pela manhã mandei outra mensagem para o vendedor worldchips. Logo depois que enviei a mensagem ao vendedor wordchips minutos depois recebi os dois envelopes que faltavam, fui logo mandar uma mensagem ao vendedor ywj4566 que eu havia recebido o item, e para ele cancelar o estorno, mandei uma mensagem ao ebay que dava erro ao enviar, enviei uma ao vendedor wordchips e que já havia recebido o item e cancelei a solicitação no ebay. Sobre a compra que chegou primeiro: vendedor: jk_parts. envelope e de papal grosso mas pode ser violado pois basta puxar devagar na borda que a cola vai liberando um papel do outro aos poucos. Vejam na foto 3 que eu rasguei a boca do envelope, mas se eu quisesse abriria bem devagarzinho e ficaria intacto pronto para fechar novamente pois o adesivo e autocolante. Os componentes chegaram perfeitos e tudo ok.
Estas 3 fotos abaixo é o envelope com os componentes vendedor jk_parts..
Verso do envelope.
Vejam não há selo de lacre ao fechar o envelope.
Aqui abertura do envelope e os componentes enviados corretamente tudo ok.
Olhe que ao abrir foi rasgado, talvez o mesmo seria se alguém violasse.
Abaixo os dois envelopes que chegaram hoje 06-06-2017, para minha felicidade recebi todas ás compras realizada no ebay dia 13 de Março de 2017. 
 Foto abaixo envelope vendedor: ywj4566.
No dia 06-06-2017, enviei um e-mail ao vendedor que me passou a conta do PayPal eu então fiz o pagamento, e agradeci ao fornecedor.
 Foto abaixo vendedor: worldchips.
 Abaixo verso dos envelopes.
Detalhe do lacre anti violação verso envelope vendedor: ywj4566.
 
Detalhe envelope de plastico e lacrado vendedor: worldchips.
Vejam como o envelope ficou todo danificado com a abertura.
Abaixo os itens são 10 chaves on off on, estão tudo certo.
Envelope de plastico não tem como não danifica-lo ao abrir.
Abaixo foto do PLL cobra 148 gtl MB 8719 original da fujitsu, vendedor: worldchips.
Fiquei com medo de ser remarcado ou falso, mas é idêntico aos originais.
por isso a razão de só comprar um, que azar em.
Resumo: Foram ás primeiras compras que realizei pela WEB e no ebay, o episódio do vendedor que me enganou em 17 Janeiro deste ano foi resolvido pelo PayPal como já comentei, agora já entendo cada vendedor envia seus pedidos separados. São duas empresas idôneas e serias, quero aqui deixar meus agradecimentos ao PayPal, ebay, e aos vendedores: jk_parts, worldchips, ywj4566, que enviaram corretamente todos os itens que comprei, espero que continuem assim pois farei mais compras e estarei relatando e postando aqui tudo que for correto ou incorreto para que os seguidores deste blog fiquem sabendo. Cuidado: fazer compras de valor elevado poderá ser taxado pela fiscalização no Brasil, compras com valor pequeno estão livre de impostos. pesquise antes e boas compras em componentes com preços realmente baixo direto da Ásia.
Espero que esta postagem venha a somar em suas experiências e que vocês tenham sorte como tive nas compras, este é um relato e postagem de minha parte o que me aconteceu. 
Obrigado.
Waldir Cardoso.



quarta-feira, 31 de maio de 2017

Transverter de 27 e 28 Mhz para 144 Mhz Italiano CQ Elettronica 1978.

Esquema original transverter publicado revista Italiana CQ Elettronica de 1978 projeto Andrea Casíne 14SJX. Para faixa dos 2 metros e para rádios 10 metros, o circuito é já conhecido em transverter 2m publicado aqui no blog. Rápido comentário do circuito: Temos na recepção entrada de antena 144 a 144,5 Mhz, L1 em ​​conjunto com os trimmer  fôrma o filtro BPF, entra em "G1" BF 905 mosfet de porta dupla que amplifica esta sinal de entrada 144 Mhz e sai no "D" sintoniza L2 e os trimmer 30pf e entrega ao TM1 misturador Mixer, TM1 recebe os sinais de 115,5 resultado do terceiro harmônico do oscilador local (VXO) controlado por um cristal de 38,5 Mhz, o sinal misturado é entregue diretamente a L3 que entrega a sua diferença sintonizado 144 Mhz ao "G1" do segundo circuito mosfet Amplificando e saindo no "D"a saída FI de 28,5 Mhz. sintonizada em L5, L6. Em transmissão o TM1, Mixer ou misturador, recebe o sinal de 115,5 Mhz do oscilador local, e a frequência de 28,5 Mhz vindo do rádio pelo atenuador de carga formado por um resistor de 56R 2W, um resistor 1k, e outro resistor de 56R para negativo, TM1 entrega o sinal a soma é sintonizada por L11 em 144 Mhz entra em um capacitor de 1kpf ou 1n na porta "G" mosfet de porta dupla 40673 amplificando e saindo em "D" para os próximos estágios buffer, driver, PA, LPF e saída de ANT. Na minha opinião, que me perdoe o autor (a) do projeto mas esta faltando muito para funcionar, nem uma simples chave de on off em + Vcc, não tem chave TX RX, falta de ligação + Vcc, para o iniciante montador é muito difícil só ver uma foto bonita do protótipo mas o esquema completo em página inteira não foi desenhado na revista. Eu tomei a liberdade de modificar como sempre faço desde menino em desenhos que olhava em revistas da época, por faltar maiores explicações de circuitos, eu redesenhava para mim. Desta maneira há dificuldade para o iniciante e desencoraja-o em montar um circuito de revista, eu desenhei dez (10) esquemas originais E modificados por mim com base em outros esquemas reuni o que podemos fazer para termos se não ótimo, mas um bom transverter para podermos modular na faixa de 2 metros com nosso famoso cobra 148 gtl, claro que desenhar um circuito não é o mesmo que montar, na pratica nós deparamos com vários fatores, isso poderá implicar no bom funcionamento do circuito em recepção como transmissão, eu sempre alerto sobre isso, e escrevo na teoria e uma situação e na prática é outro, podemos alcançar com transistores ou mosfet potencias TX entre 3 a 12 W RF, tudo dependente dos transistores empregado nos circuitos, alimentação de 12 ou 13,8 Vcc faz diferença, com uma boa antena direcional 12 Metros altura, ou unidirecional duas vezes cinco oitavo de onda, ou 4 vezes cinco oitavo de onda, em SSB em condições topográficas e dependendo da região aqui no Brasil, poderemos fazer contato com estações num raio de 40 a 100 Km de distância ou mais de base Para Base.
Leiam toda matéria da revista, ela pode ser baixada em: http://www.introni.it/pdf/CQ%20elettronica%201978_02.pdf

Esquemas originais em zoom.
1-Esquema original inteiro.
2-O esquema está original só fiz ás ligações + Vcc.
3-O esquema está original porem desenhei o mixer ou misturador TM1 que podemos confeccionar com diodos 1N4148 ou 1N60, ferrites do tipo focinho de porco pequeno encontrado em balun antena de TV tipo tescopica para VHF, UHF ou encontrado em cima da caixa metálica Varicap em TV Phillips antiga, ou toróides com boa permeabilidade para VHF, mais informações abaixo na foto DBM.
4-Nesta versão do nosso transverter 2m externo temos na entrada de RF do CB (PX) 27 Mhz um atenuador com 4 resistores de 220R blindado em uma caixinha feita de chapa fina e aterrada para negativo do transverter, podemos montar outros atenuadores para carga de 50 Ohms, melhor blindar pois evitará eventuais interferências de 27 Mhz no circuito, use cabo coaxial 50 Ohms o mais curto possível. Substituir o misturador a diodos TM1 entre os dois mosfet no receptor, e também na entrada das transmissões para os transmissores, ligamos diretamente nos circuitos dos mosfet, funciona muito bem para o papel de Mixer, porem o circuito perde um pouco a sua amplificação pois oMosfet está exercendo as duas funções, misturador e amplificador de sinal, mas nada que venha ser prejudicial ao nosso circuito, e ainda economizamos espaço em nosso PCI, sem falar da dor de cabeça para encontrar os núcleos de ferrites FB-801-43 ou outros Para alta frequências acima citado. O transmissor esta praticamente original, substituímos três transistores, queremos aproximadamente 5W RF, o mosfet porta dupla 40673 por BF 961, BF 981, BF 982 entre outros, o BF 173 por 2N 2219, 2N 4427, ou 2N 3866, no driver 2N 4427 ou 2N 3866 por MRF 237, no PA BLY 87, por 2N 3553, 2SC 1971, 2N 6081 ou mosfet RD15HVF1, se quiser menor potência coloque no PA MRF 237, e siga o 4-esquema deve ficar em torno de 2,5 a 3W RF , Para quem não quer muito potencia de RF.
5-Trocamos o oscilador local (VXO) com cristais de 19,5 e 20 Mhz selecionado por uma chave S1, este oscilador (VXO) copiei de um outro transverter já publicado aqui no blog em: http://projetosetransceptores.blogspot.com .br / 2015/07 / transverter-11m-2m-am-fm-ssb-interno-e.html. Os indutores e bobinas sem suas características aqui no esquema (VXO) será preciso ler a página de origem do blog, para ás demais dos circuitos estão nas páginas da revista.
6-Neste esquema trocamos o (VXO) este original já testado e aprovado por PY2 OHH Miguel da página do carcará VHF do Ararinha 2m, http://py2ohh.w2c.com.br/trx/carcara2m/carcara2m.htm  a frequência do original e Para 134 Mhz a 135,1 Mhz, dois cristais de 16.934 Mhz de telefone sem fio, vejam que o primeiro transistor L7 multiplicou quatro vezes essa freqüência ficando em aproximadamente 33.868 Mhz depois não segundo transistor essa freqüência é multiplicada 2 vezes L8 vai para aproximadamente 135.470 Mhz veja que a freqüência do cristal foi multiplicada no oitavo harmônico, uma variação do oscilador 16.934 cristais para 16.750 Mhz, uma diferença de -184 Khz resulta 134 Mhz final dar-se que podemos variar o oscilador primeiro com o indutor ligado nos cristais e os capacitores trimmer e variável dezenas de Khz, o resultado é uma frequência final das vezes oito. Bem então adaptei este VXO com apenas um cristal que pode ser de 19,5 a 20 Mhz, dependendo da frequência que se deseja operar, podemos adicionar um indutor entre o cristal e trimmer, para outros cristais o calculo pode ser feito no sexto harmônico ou outros, seu resultado mais 27 Mhz deverá ficar entre 144 a 148 Mhz. Vejam o calculo com cristal de 20 Mhz que é multiplicado por 2 (dois) que igual a 40 Mhz depois multiplicado por 3 (três) igual a 120 Mhz, mais a frequência do rádio CB 27 Mhz igual a 147 Mhz, variando de frequência no seletor de canais do rádio, vejam que eu modifiquei os indutores, em L7 aumentando de 8 para aproximadamente 12 espiras pois queremos sintonizar o segundo harmônico 40 Mhz, nas demais bobinas foi adicionado mais ou menos 2 espiras, pois queremos sintonizar o terceiro harmônico por volta dos 120 Mhz, talvez precise um fio mais fino 26 ou 27 AWG, em L7, L8, L9, L10, troque os trimmer ligados nos colletores dos transistores para 40 a 45pf e ajuste, talvez não precise a troca dos fios, outros cristais podem ser aproveitados de sucatas mas o cálculo serrá para frequência de 2m de 144 a 148 Mhz aqui no Brasil. Cuidado para não sair para fóruns da faixa acima e abaixo para entregas das empresas, prefeituras e outras usas para comunicações.
7-Versão externa do transverter com potência de transmissão de aproximadamente 10W RF, usar o mosfet RD15HVF1 da Mitsubishi, este mosfet pode chegar a 15 W e vai tranqüilo a UHF, na versão do transverter podemos usar também o transistor 2N 6081, para aproximadamente 10W RF, vale lembrar que você deve ter uma fonte de alimentação estabilizada bem filtrada e tensão de 13,5 ou 13,8 Vcc com 4 a 5 amperes. 
8-No esquema abaixo na versão do transverter interno 148 gtl com o PA RF mosfet RD15HVF1 da Mitsubishi, o mesmo pode ser usado nas freqüências ainda mais elevada UHF 400 Mhz, e pode chegar a 15 W RF com 12,5 Vcc em 175 Mhz, vejam o folha de dados:http://www.mitsubishielectric-mesh.com/products/pdf/rd15hvf1.pdfos mosfet precisam de tensão em seu gate que juntamente a RF temos o valor final em RF, podemos começar a regular o trimpot ligado no resistor de 330R no gate a tensão de 3,1 Vcc, essa tensão é medida no gate, poderá ser maior que 4,0 Vcc, observe a potencia e aquecimento, se poder observe a corrente. Bem pessoal o Mosfet é muito melhor que o transistor, só que eu fazendo uma pesquisa de preço fora do Brasil em lojas como ebay e outras achei de US $ 2,99 não sei se é original, e US $ 7,89 segundo a publicação é original verdadeiro Mitsubishi, ainda assim muito mais barato que o transistor 2N 6081 que chega mais US $ 22,50. Como atenuador de entrada dos 27 Mhz temos um capacitor de 47pf que e soldado na trilha de C 157 na base do TR 38, L 44 já entrega a freqüência de 27 Mhz pronta para ser injetada no nosso transverter, colocamos um capacitor antes do cabo coaxial de 47 pf, para que o circuito LC L 44 e C 203 não tenha tanta alteração de capacitância, com o pedaço de cabo coaxial ligado primeiro o sinal de saída do (PX) CB cai um pouco há alteração e não queremos que o nosso 148 gtl perca a boa qualidade de áudio e sinal, o capacitor poderá variar de 22 pf a 100 pf, melhor fazer testes para ver como fica o áudio e sinal com o rádio original em 11 metros, ainda temos no transverter antes da porta G1 do mosfet misturador um trimpot de 2k2 que regula a dosagem de RF que entra para a porta G1 e um resistor R1 de 5k6 ligado a negativo, este resistor poderá ser entre 3k3 a 15k depende da regulagem de entrada RF do trimpot.
9-Este esquema interno transverter 148 gtl, temos a versão com 10 W* RF TX com o transistor 2N 6081, este transistor pode chegar 15W RF a 175 Mhz com 12,5 Vcc segundo folha de dados: http://pdf.datasheetcatalog.com/datasheets2/28/2858671.pdf  porem não vamos obter esta potência aqui, iremos aproximar aos 8 ou 10 W RF, para que pudéssemos alcançar quase esta potência de 15 W RF teríamos que ter mais um estágio de amplificação driver elevando a excitação e corrente na sua base para termos alguns 3 ou 4 W RF e  aproximando-se 13W RF, este transistor é muito usado em rádios VHF antigos de 40 W RF de 1980 que podemos encontrar facilmente em sucatas em alguns rádios VHF Ele e usado no driver de alguns rádios VHF de 15 a 25 W RF.
10-Este esquema com opção para chave simples on off e relé 12 v, internamente no cobra 148 gtl praticamente é o mesmo circuito do transverter vamos comentar abaixo, só foi retirado o TIP 32, que faz comutação da linha +B Vcc, o BC 547 e seus componentes que fazem a chave eletrônica on off, foi acrescentado um relé (miniatura) ou pequeno acionado por outra pequena chave on off na comutação +B Vcc vindo de + C172.
11-Chave eletrônica on off +B Vcc transistorizada elaborada por mim, os transverter interno nos 148 gtl aqui no blog não tem este circuito, este circuito eu acho o melhor sem relé já que vai furar o fundo do rádio próximo a ANT. SO239 para colocar uma simples chave on off miniatura na versão com relé, então podemos colocar uma chave dupla de dois contatos que fará o papel do relé e fica bem próximo a saída de ANT. SO239, e ganharemos mais espaço na PCI do transverter. Rápida explicação: Ao acionar a chave CH1 para 2M, entra em funcionamento todo transverter, e fica desligado toda parte de Drive e PA do CB (PX). Entra em CH1A vindo F2 a modulação em AM com aproximadamente 5,6 volts, e em SSB aproximadamente 13,8 volts, selecionada pela chave S403-2 em LSB, AM, USB, estas tensões alimenta o PA final RF, em AM 5,6v com a modulação já pronta vindo de TR 41, porem temos menor potencia de RF final, já em SSB temos a tensão de 13,8v alimentando diretamente o PA final RF, temos maior potencia do PA final RF. Descrição do circuito chave eletrônica on off +B Vcc. Estas duas tensões vindo CH1A também são injetadas em um diodo zener de 4,7 volts e através do resistor de 2k2 entra na base do BC 547, ou BC 338, com uma (diferença de potencial) positivo este transistor conduz seu coletor e emissor para negativo, assim o TIP 32 ou BD 140 terá sua base uma (diferença de potencial) negativo e conduzirá também seu emissor e coletor, ligando +Vcc de C 172 13,8v alimentando todo transverter, com a chave desligada o TIP 32 estará inoperante com seu resistor de base e emissor de 10k em uma (diferença de potencial) positivo não deixando o mesmo conduzir a tensão para seu coletor, por sua vez o BC 547 também esta inoperante com sua base com (diferença de potencial) negativo com resistor de 4k7. No outro contato da chave CH1B temos a entrada e saída de ANT. no centro da chave é ligado antena no conector SO239 do rádio original, na posição 11M temos ligado a saída normal do 148 gtl da saída de RF da PCI, na posição 2M temos ligado a saída RF do transverter.
12- Nesta versão usaremos a simples chave on off miniatura no fundo do rádio, ligando + C 172 +Vcc 13,8v para o transverter e um pequeno relé 12v duplo contato, este liga a saída e entrada de antena de 2 metros e 11 metros, também liga a modulação em AM 5,6v e tensão de 13,8v em SSB alimentando o PA final RF, temos que colocar o relé o mais próximo ao conector de antena do rádio SO239 ou se for na mesma PCI seja ligado através de cabo coaxial o mais curto possível, como está no esquema, eu não sei o que é mais barato ou ocupa menos espaço na PCI, vai depender do desenho feito do circuito da chave eletrônica pois é mais dois transistores nesta versão, enquanto ao relé por ser pequeno é mesmo que um pouco mais caro deve ocupar menor espaço, sim porque o montador deve desenhar a mão ou em programa de PC uma PCI pequena para ser abrigada todo circuito dentro do 148 gtl, cuidado com o auto falante saiba que ele ocupa uma boa parte do meio do rádio, e você terá de fixar a PCI sobre ás bobinas L45, L46, L47, L48, da parte do mix TX do CI 5, lembre-se de blindar toda PCI por baixo e coloque um isolante grosso para que a PCI do transverter fique bem isolado das bobinas L45, a L48, seria melhor blindar toda parte de TX por cima também, para que não haja interferências nas bobinas abaixo sintonizadas em 34 Mhz L48, 7,8 Mhz, L47, eu já tive problemas em não blindar a PCI por baixo ao fechar o rádio, o comportamento do rádio e do transverter mudava modulação em SSB ficava ruim ou roca, isso em transverter para 40 metros, talvez este em 2 metros seja mais rigoroso ainda por se tratar de alta freqüência VHF. 
Chave eletrônica TX, RX acionada com PTT: Cobra 148 gtl PTT 4 pinos ligue no pino 3, PTT 5 pinos ligue no pino 5, ligue diretamente em J 404 Mike Socket. Esta chave é semelhante a já explicada on off, tem os mesmos transistores PNP, NPN, com PTT livre temos o BC 338 com (diferença de potencial) positivo na sua base com resistor de 10k para coletor, fazendo a alimentação +B Vcc sair no seu coletor para alimentar o circuito RX, neste modo o BD 140 está inoperante sua base também com (diferença de potencial) positivo essa tensão vem da base do BC 338 passa pelo 1N4148 e resistor 390R na base do BD 140, quando acionado (apertar) PTT, acontece o inverso agora na base dos transistores a (diferença de potencial) passa a ser negativo fazendo o BD 140 conduzir +B Vcc TX em seu coletor, e o BC 338 com sua base com (diferença de potencial) negativo fica inoperante, desligando a alimentação de RX de seu coletor. Desculpa não sou muito bom em explicação.
Simples chave TX RX acionada com PTT usada no nosso transverter.
Existem outros esquemas que funcionam muito bem.
Simples fonte de 13,5 Vcc 2 Amp. Transverter externo 5W.
Simples fonte de alimentação 12,5 Vcc 1 Amp. Para transverter versão original revista.
Mini-chave usada no fundo do cobra 148 gtl, versão com relé.
Referencia nos esquemas CH.
Esta foto é 3 pinos on on, mas poderá ser a simples 2 pinos on off.
Mini chave de 4 contatos 6 pinos, usado na versão transverter 148 gtl chave eletrônica.
Referencia nos esquemas CH1.
Mini relé 4 contatos 8 pinos 12 volts no nosso transverter interno e externo.
 Referencia nos esquemas RL1.
Já publicquei aqui no blog o procedimento para realizar ás ligações interna no cobra 148 gtl vejam: http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2015/07/transverter-11m-2m-am-fm-ssb-interno-e. Html  não importa a frequência de operação, serão sempre estas ligações no nosso transverter aqui publicado.
Abaixo como realizar ás ligações do transverter no cobra 148 gtl.
Pessoal para ficar mais fácil atualizei os esquemas e  as ligações no cobra 148 gtl.
Atualizado para transverter 2 metros, 03-06-17.
Abaixo foto de capacitores ajustáveis trimmer, os pequenos servem para nosso transverter.
Foto origem WEB.
Foto mixer que pode ser usado em nosso transverter 2 metros. Os núcleos chamados de focinho de porco disponível na caixinha de balun da antena telescópica TV, aquelas tipo "V" em cima da TV. São muito vendidas em casas de importação de um real R$ 1,00 aqui no Brasil. DBM: http://www.intio.or.jp/jf10zl/dbmhow.htm
 
Eu espero que os senhores montantes ou montadoras principiantes ou experientes em montagem gostem deste projeto, ás modificações por mim desenhado podem ser alterado para melhor desempenho do projeto, tem montadores que gostem de montagens mais difíceis e desafiadora, assim adquirem mais experiências e macetes, Já outros só querem montar o que é desenhado no esquema e ainda quer mais fácil. Para os mais corajosos e que gosta de melhorias, poderão adicionar um filtro BPF mais estreito sua banda passante com melhor atenuação, ou com um mosfet amplificado o sinal de ANT, podemos substituir o filtro LPF saída RF PA por um com dois ou três indutores de meia onda de 5 ou 7 elementos, melhorando atenuação, vejam nesta página mais sobre o assunto  http://py2ohh.w2c.com.br/util/pa/calculopi.htm  e no blog do Picco:  Https: // Blogdopicco.blogspot.com.br/2010/11/filtros-parte-ii.html  Pesquise sobre os filtros LPF para VHF. Pessoal, a tradução para o inglês, pelo google tradutor não está dando certo, e os textos em português saiam com nomes diferentes que eu tenho escrito e letras maiúsculas onde não se coloca, de repente o inglês ficava em português todo modificado, resolvi retirar a tradução, mesmo assim nos textos em português foi alterado, eu estou atualizando os textos em português, também a tradução ocupa muito espaço. Para traduzir textos no blog tem no lado direito em cima das publicações o tradutor ou use o navegador google chrome. Peço desculpas, e estou revisando e atualizando as palavras que foram deformadas ou alteradas, minhas desculpas aos irmãos de outros países que falam a língua inglesa, o nosso objetivo é melhorar cada dia mais o nosso blog para que vocês entendam com facilidade o que estou explicando. Por favor se me criticaram com ás palavras erradas nos textos volto a dizer que foi o tradutor que no próprio texto em português e inglês fez tradução das duas línguas, eu não sabia disso e tive que reescrever todos os textos, já esta atualizado 03-06-2017. Grato: 
Waldir Cardoso.