BLOG LOCAL: ALAGOINHAS, BAHIA BRASIL.

domingo, 2 de novembro de 2014

Transverter Simples 40 metros 11 metros 12W e 20W RF

Mais uma vez trago este mês dois esquemas de amigos que gentilmente enviaram para compartilhar com todos do blog. O primeiro é um Microfone amplificado Americano, EX 500, o segundo é um simples transverter para 40 metros desenhado e enviado pelo amigo, Sr. Ivanildo PY5 ILD cidade Cascavel, Paraná. Vamos falar um pouco sobre o circuito deste projeto para faixa de 40 metros. 
O circuito é semelhante já publicado aqui no blog porem trazendo na parte de RX um BF 982 FET porta dupla, que mistura o sinal de entrada em 40 metros com o oscilador local de 20 Mhz, saindo no Dreno através de uma bobina que ressona na frequência de 27 Mhz, até a antena do rádio, o primeiro transistor de entrada de antena amplifica os sinais recebido, estes sinais entra em G2 do BF 982, a primeira bobina de antena pode ser experimentada a derivação entre 2 e 4 espiras, ficando com total de 18 espiras, isso porque o BF 982 já é sensível amplifica bem, o primeiro estágio de antena já amplifica bastante, por isso melhor fazer teste começando com derivação na 2 espira, a recepção tem que ficar com pouco ruido e sinais de estações de PY forte, chegando em alguns casos até 20 a 30dbs de sinal recebido no S/Meter do seu 148 GTL, isso se a estação estiver forte. os capacitores de 180pF ligados junto no enrolamento das bobinas poderão ser alterados até 220pF, faça com que o capacitor de 180pF o ferrite interno da bobina fique abaixo do meio uma ou duas voltas para baixo, se precisar aumente ou diminua ás espiras até obter o núcleo nessa posição. No oscilador local, todos já conhecem um cristal de 10 Mhz, que é colocado em sua saída seu segundo harmônico 20 Mhz, na parte de TX temos mais um FET de porta dupla BF 961, que recebe sinais do oscilador local e de 27 Mhz do rádio. Muito simples todos já conhecem e para mim misturadores com esses FETs são melhores que já vi, então como se falam que time que está ganhando não se mexe, eu aproveitei o esquema do amigo Ivanildo e já dei um toque fiz algumas pequenas mudanças, diminuindo e eliminando alguns componentes e parte do circuito, também aumentei a potencia de RF TX com alimentação de 18 a 24 volts alimentando só o dreno do MOSFET, com isso podemos ter até mais de 20W RF TX, mais CUIDADO: só ligue essa tensão no MOSFET depois que todo circuito de TX estiver bem calibrado ou regulado, e com uma antena própria com R.O.E baixa, ou carga fantasma, melhor regular tudo com a tensão de 13,8 volts depois você desliga o fio que alimenta o Dreno do IRF 630 e liga na fonte de 24 volts, já pré ajustado, e fazendo novo ajuste no trimpot de 10k em Gate. Outros MOSFETs poderão ser experimentados com bons resultados. Vamos aos esquemas.
Aqui a tabela, serve para todos transverter 40M, cobra 148
Pequenas dicas para o transverter.
Esquema desenhado pelo amigo Ivanildo.
Esquema Original 2SC 1969 12W RF
Esquema Original MOSFET IRF630.
Esquema Original 24 Volts 20W RF MOSFET.
Modificado Osc. TX, 12W MOSFET. 13,8 volts.
Modificado Relé, Osc. TX  com MOSFET 20W RF 24 volts.
Observem que eu simplifiquei alguns circuitos, ficando mais barato para o montador, vale lembrar que na montagens de equipamentos deste tipo o montador tem que ter experiência em TX, RX, isso é para simplificar o tempo e desgaste que um sem experiência vai perder para confeccionar bobinas, regular certinho todos circuitos, e sem falar na dor de cabeça que alguns componentes falsos pode trazer ao montador inexperiente que pensará que é o circuito que está errado, Bem os indutores podem ser substituídos ou alterados para melhor calibragem, vale lembrar que o circuito na pratica se comporta diferente que na teoria, ou desenho. Bem quero agradecer ao amigo Ivanildo PY5 ILD pelo esquema enviado para compartilhar com os amigos que visitam nosso blog, boa ação. Muito obrigado.

Esquema pré Expander 500, EX 500

O esquema deste Microfone amplificado da "TURNER MICROPHONES" foi enviado pelo amigo e seguidor do nosso blog, Sr. PU2 OSD  Daniel Lopes, cidade São José dos Campos, São Paulo. O Daniel relata que este equipamento fez muito sucesso na década de 1980, que um colega que tinha uma estação Tubaronica que modulava com este equipamento associado a um 148 GTL e um amplificador de RF MAC L 500, e uma fonte da Keletron de 35 Amperes, a modulação era de deixar qualquer um com inveja do áudio, que esse Microfone EX 500 transmitia, vejam o relato que o Daniel escreve sobre o equipamento EX 500."O desempenho de áudio  desse microfone e fantástico  só ouvindo no “AR”para poder entender e explicar, se alguém se aventurar a montar ele (logico substituindo os transistores originais que são muito antigos  e que seguramente não se encontram mais a venda ) não vai se arrepender. Ele pode ser de um circuito um tanto complexo mas como não existe um bom  almoço sem pagamento.Com a palavra os PX e PY da época, aqui na minha cidade na década de 1980, não se tinha nem tantos PX, PY imagina um microfone desses de fabricação Americana de Nebraska,
Claro amigo Daniel hoje temos transistores e JFETs, muito melhores com maior tecnologia e baixo ruido, como de costume eu desenhei alguns esquemas simplificando e adicionando um microfone de eletreto que deverão ser experimentados como testes, vejamos como ficou.
São dois esquemas originais.
Esquema original acrescentar R1 para Mic.Eletreto.
Aqui já simples modificado.
 
Esquema do original.
Aqui com Transformador, opção de Mic.Eletreto.
Abaixo uma sugestão do amigo Daniel para adaptar Mic. Eletreto, retirando o transformador elevador de impedância e substituindo por um potenciômetro ou trimpot, regulando o nível de ganho para possíveis saturação no áudio.
Aqui adaptação Eletreto, e sem JFETs, 
ATENÇÃO: aos que quiserem montar os esquemas modificados, vale lembrar que é bom o montador fazer testes pois o microfone de eletreto já é muito sensível e expansivo, seu áudio é mais agudo que o Mic. Dinâmico, vale lembrar que o eletreto tem que ser bem fixado para fora da caixa ou PTT, para ele não ficar com som de caixa de sapato, ou como se você estivesse falando dentro de uma lata, muitos já fizeram montagens de pré com eletreto e coloca o eletreto solto dentro do PTT, no local do dinâmico, o som sai muito ruim. Uma dica simples, melhor é tapa com um pedaço de plastico toda circunferencia onde estava o Mic. Dinâmico, no centro faz um furo de 4mm, e cole o Mic. eletreto centralizado no furo, fazendo assim sua voz entrar só através daquele furinho no Mic. eletreto. Bem pessoal no último esquema eu substituir os JFETs por transistores comuns, talvez alguns resistores poderão ser alterados seu valor. Bem fica ai uma boa ideia de um bom Microfone EX 500 que sem dúvida deve ser muito bom, vou aguardar os comentários de quem montou e testou, Muito obrigado ao amigo Daniel Lopes, que enviou e deu essa valiosa obra de arte da década de 1980 a todos que visitam o nosso blog. Muito obrigado.